“Um santo e eu não sabia”. Nove dias com João Luiz Pozzobon

12 de dezembro – A Igreja celebra Nossa Senhora de Guadalupe, Padroeira da América Latina.

12 de dezembro de 1904 – Nasce João Luiz Pozzobon, em Ribeirão, no município de São João de Polêsine, uma pequenina cidade no interior do Rio Grande do Sul.

12 de dezembro de 1994 – É aberto o processo de canonização de João Pozzobon na Diocese de Santa Maria/RS.

Percebemos algum sinal de Deus nestas datas, para a Campanha da Mãe Peregrina?

Na solicitação para a abertura do processo de sua beatificação, Padre Ignacio Cruz, em nome do Movimento, dirigiu as seguintes palavras ao senhor Bispo:

“A Providência, nele, nos oferece uma figura de santo que pode ajudar na evangelização de nosso povo. Cremos que Deus nos concedeu, na pessoa de João Pozzobon, um homem simples, filial, solidário com os mais pobres e necessitados, um apóstolo heroico de Maria.”

Unindo-se aos Coordenadores e Missionários, podemos fazer uma caminhada de “nove dias com o Incansável Peregrino João Luiz Pozzobon” para conhecer melhor sua vida de santidade e missão, em preparação ao 117º aniversário de seu nascimento.

Alguém que conheceu João Pozzobon e foi motorista dele, escreveu um comentário num artigo sobre a recente inauguração do Monumento, em homenagem a João Luiz Pozzobon no Santuário de Olinda/PE.

“Fui buscá-lo várias vezes para rezar o terço com os Maristas formandos em Santa Maria/RS. Era um incansável rezador de terço por onde passava. Impressionava-me. No sol escaldante de Santa Maria/RS, suava muito, andava arqueado pelo peso e tamanho da capelinha feita em madeira de lei. Seu destino: casas de famílias, escolas e presídios. Sua missão: rezar, rezar e rezar. Isso basta para descrevê-lo. Um santo e eu não sabia” (Nelmo Roque Scher).[1][2]

As coisas de Deus acontecem no silêncio e nas pequenas coisas. Quando menos esperarmos, Deus nos surpreenderá com sua beatificação. Não aconteça conosco que digamos: um santo e eu não sabia!

Nesta caminhada de nove dias seguindo seus passos, colocamos a intenção para que desperte novos coordenadores e missionários que possam continuar a missão de levar a Imagem da Mãe Peregrina a tantas outras famílias que ainda não têm a graça de receber a sua visita mensal.

Rezemos com Maria, a Grande Missionária, para a glória da Trindade, o florescimento da Igreja e a santificação das famílias.

 

[1] Livro O Incansável Peregrino editada pela Associação Centenário https://www.shopalianca.com.br/categoria/livros.html

[2] https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=250609910395015&id=575743559&sfnsn=wiwspwa

By |2021-12-03T16:25:08-03:0003/12/2021|Notícias Tabor da Esperança|0 Comments
X