Semana Nacional da Vida e Dia do Nascituro

A CNBB propõe a celebração da Semana da Vida que vai de 01 a 07 de outubro, já que o dia 08 é o Dia do Nascituro. O enfoque é a vida humana desde seu início na fecundação até seu fim natural. Os dois estágios mais frágeis da vida são os mais atacados: a vida do embrião no útero materno e a vida do idoso, especialmente, do idoso doente.

Celebrar a Semana Nacional da Vida e o Dia do Nascituro é a grande oportunidade de mostrar que, para nós cristãos, a vida realmente é o dom mais precioso que recebemos de Deus e, por isso mesmo, deve ser defendido, respeitado e amado. Uma importante missão surge para todos nós: a de nos tornarmos promotores da vida desde o início da gestação. Isso deve ser uma tarefa de todos nós que reconhecemos que fomos criados pelo amor incomensurável de nosso Deus.

Cada criança é um dom, cada vida é um mistério a ser respeitado, amado e contemplado. Por isso louvamos ao senhor por cada gestação (Cada criança que nasce) cada dom que Ele nos deu para que através dessa nova vida descubramos a presença de um Deus que ama e que se faz presente caminhando conosco neste evento da vida. É presença fiel amorosa de um Deus que cria por amor, e se faz real em cada ser humano criado. Por isso, na criação Deus disse: “Façamos o ser humano à nossa imagem e segundo a nossa semelhança” (Gn 1,26)

Quem nasce traz consigo a “face de Deus” fruto de uma nova realidade. Cada vez que negamos um nascimento negamos a possibilidade da humanidade contemplar a sua própria continuidade. O dia do nascituro, é portanto o dia da contemplação do ser humano na sua mais completa realidade, não importando onde, quando e como nasce. O importante é nascer como aurora que vem para transformar, e encher de alegria e amor aqueles que o esperam.

Viva a vida e o nascituro. Viva as mães que, assim como Maria, disseram Sim à vida e se abriram para que, através dele, viesse um novo ser. Viva os pais que, assim como São José, se dispõem a ser auxílio de sua companheira, educar e ser exemplo. Viva a virgem Maria, mãe do amor, mãe nossa, mãe de Deus, que ao ser visitada pelo anjo exclamou: “Eis aqui a serva do Senhor! Faça-se em mim segundo a Tua palavra.” (Lc 1,38)

Somos, pois, convidados para orar e celebrar com muita alegria o dom inviolável da VIDA dado por Deus a nós.

ORAÇÃO PELA VIDA HUMANA

Deus da vida, queremos considerar a vossa lei e a mensagem do Evangelho como um caminho de liberdade e de vida. Ó Deus Vivo, fazei-nos livres! Queremos dizer sim ao amor e não ao egoísmo, à vida e não à morte, à liberdade e não à escravidão dos numerosos ídolos do nosso tempo. Queremos dizer sim a Vós que sois amor, vida, liberdade, e jamais desiludis. Queremos dizer sim a Vós que sois o Vivente e o Misericordioso. Aumentai a nossa fé em Vós que, em Jesus Cristo, concedeu-nos a vossa vida com o dom do Espírito Santo. Fazei-nos, em vossa misericórdia, viver como verdadeiros filhos vossos, a fim de sermos livres e felizes. Amém!

 

By |2021-09-27T10:42:43-03:0002/10/2021|Notícias Tabor da Esperança|0 Comments
X