Primeiro domingo do Advento: Virtude da vigilância

Deus se faz presente na vida de todo ser humano. E, de todas as formas, Ele nos deixa sentir o Seu amor e desejo de nos salvar. A palavra Advento é de origem latina e quer dizer chegada. É o tempo em que os cristãos se preparam para a vinda de Jesus Cristo. O tempo do Advento abrange quatro semanas antes do Natal.

Atualmente, há uma grande preocupação em reavivar esse costume muito significativo e de grande ajuda para vivermos esse tempo. A coroa ou a grinalda do Advento é o primeiro anúncio do Natal. É um círculo de folhagens verdes, sua forma simboliza a eternidade e sua cor representa a esperança e a vida. Vem entrelaçado por uma fita vermelha, símbolo do amor de Deus por nós como, também, do nosso amor que aguarda com ansiedade o nascimento do Filho de Deus.

No centro do círculo, colocam-se as quatro velas para serem acesas uma a cada domingo do Advento. A luz das velas simboliza a nossa fé e nos leva à oração. Simbolizam, também, as quatro manifestações de Cristo: Encarnação, Jesus nos pobres e necessitados, Jesus nos Sacramentos e a Segunda vinda de Jesus.

Nesse primeiro domingo contemplamos a vela que Evoca a Encarnação de Jesus Cristo. “A Palavra se fez Carne e habitou entre nós…”.

Uma virtude especial que lembramos nessa semana é a VIGILÂNCIA.

A virtude da prudência é importante porque nos ajuda a escolher, em cada momento, qual o comportamento e atitude mais corretos em face das circunstâncias concretas em que nos encontramos. A vigilância ajuda-nos a estar atentos a todo o possível mal que nos possa assolar. Não só o mal que vem de fora, do mundo ou do próprio demónio, mas também o mal que está dentro de nós alojado na nossa carne caída.
E mesmo quando haja festa e júbilo por algo de positivo, haverá sempre que montar guarda e vigilância, tal como as virgens prudentes.
Pela negativa, vigilância para evitar o pecado e para vencer as tentações que nos possam vir, mas também, pela positiva, vigilância para estar atentos aos outros, ao que de bom lhes podemos fazer, através de pormenores de serviço, de antecipação na fraternidade.

Conhece a terra pronta para o combate, habituada a vencer em todas as batalhas, onde Deus desposa os fracos e os escolhe como instrumentos; onde todos confiam nele heroicamente e não se apoiam em próprias forças; onde, jubilosos, estão prontos a entregar por amor o sangue e a vida?

Sim, eu conheço esta terra maravilhosa, é o prado de sol no brilho do Tabor, onde nossa Senhora Três Vezes Admirável impera no meio de seus filhos prediletos e retribui fielmente todos os dons de amor, revelando sua glória, sua infinda e rica fecundidade: é minha terra natal, minha terra de Schoenstatt! (Padre José Kentenich, Rumo ao Céu 605)

Oração

Senhor Jesus, celebrar o Teu Natal é fazer da minha vida, da minha casa, um lugar de eternidade e salvação. Que a Tua luz brilhe em cada coração. Ao acender cada vela, desta coroa do Advento, queremos acender a esperança, o amor, a fraternidade e a salvação, que é o grande presente que queremos dar a todos os que amamos, por intermédio do Menino Jesus, que nascerá em nossa família.

Como você se prepara para celebrar essa grande festa do nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo? Clique nos comentários e responda: “Como você vive esse tempo litúrgico?”.

Natal feliz é Natal com Cristo!

By |2021-12-03T09:12:15-03:0029/11/2021|Notícias Tabor da Esperança|0 Comments
X