Paternidade, o reflexo de Deus Pai

Com o advento do mês de agosto nos alegramos com tantas datas a serem celebradas, isso porque o mês de agosto é dedicado pela Santa Igreja como o mês das vocações. E as vocações, como bem sabemos, brotam na família, porque ela é o jardim das vocações.

A Família como Igreja doméstica e santuário da vida, é o lugar privilegiado para a realização pessoal do ser humano e sua missão. Assim  como a de Cristo é viver, crescer e aperfeiçoar-se. Exercitando todo o dia, o que Ele nos ensinou: “AMAR, DOAR, PARTILHAR, e SERVIR”. É na família que é possível expressar as mais variadas formas de amar.

Dentre tantas vocações temos o chamado de ser “PAI” e assim tornar-se o guardião da família. Viver a paternidade nunca foi fácil, nunca foi simples, contudo, nesses dias atuais a missão parece ser ainda mais desafiadora.  Por isso se faz necessário que não estejamos sozinhos na tarefa da criação dos filhos.

Temos um horizonte seguro que podemos olhar e seguir com passos firmes: A Família de Nazaré sempre foi e será o modelo para todas as famílias cristãs. Família cristã que nasce do Sacramento do Matrimônio instituído pelo próprio Cristo. Com esse olhar sobrenatural, temos que buscar a graça de Deus para nos auxiliar em nossa paternidade, seja ela consanguínea ou de coração.

São José, esposo de Maria e pai adotivo de Jesus, era um pai e esposo fiel e trabalhador, homem justo, santo, pronto para ouvir a voz de Deus e cumpri-la. A autoridade paterna, sadia é aquela que reflete a autoridade de Deus Pai. No pai, os filhos vivenciam a paternidade de Deus. Se os filhos experimentam um reflexo de Deus em seu pai terreno, fica mais fácil ter uma imagem correta de Deus Pai.

“Aos pais foi confiada a sagrada tarefa da educação dos filhos. Neste processo transmitem-lhes a sua própria experiência, seus valores, sua vivência de fé, costumes… É a vida dos pais que se reflete nos filhos, exercendo sobre eles uma influência decisiva. Se o pai e a mãe ensinam e testemunham aos filhos a justiça, a verdade, o amor, a fidelidade, facilmente eles seguirão seu exemplo. Dos pais, eles aprendem a assumir as responsabilidades domésticas, sociais, profissionais, cívicas e religiosas e preparam-se para enfrentar a vida. O êxito da tarefa educativa dos pais está interligada com o contínuo trabalho de autoeducação do pai e da mãe, que são os primeiros e mais importantes educadores”.  (Movimento de Schoenstatt Uma Espiritualidade para a Família. Pág. 35.)

 Diz a Exortação Apostólica Familiaris Consortio: “Revelando e revivendo na terra a mesma paternidade de Deus, o homem é chamado a garantir o desenvolvimento unitário de todos os membros da família. Cumprirá tal dever mediante uma generosa responsabilidade pela vida concebida sob o coração da mãe e por um empenho educativo mais solícito e partilhado com a esposa; promova um trabalho que nunca desagregue a família, mas a promova na sua constituição e estabilidade; por um testemunho de vida cristã adulta, que introduza mais eficazmente os filhos na experiência viva de Cristo e da Igreja”.

Inspira-nos o exemplo de pai simples, bondoso, responsável e que entendeu a missão a ele confiada de conduzir toda a sua família a Deus; o Servo de Deus, Diácono João Luiz Pozzobon. Certa vez ele disse:

“Quando é algo de Deus, algo divino, um homem sozinho pode mover o mundo. Eu havia dito à Mãe e Rainha que pouco importava mover o mundo inteiro, se descuidasse da minha família. Se isso acontecesse, não estaria fazendo nada…”

Neste dia especial de grande apelo popular, não nos deixemos levar pelo consumismo. Quem faz o significado do Dias dos Pais é cada um de nós. Hoje temos uma ocasião para demonstrarmos a gratidão, o carinho e o apoio a esses homens que deixam marcas de amor e de fé na história dos filhos. Eles dão mais do que presentes a esses filhos, dão a sua presença o seu amor e a sua oração.

  Elevando o nosso pensamento aos céus, peçamos que Jesus Cristo harmonize e ilumine toda a nossa vida familiar. Que nossa querida Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt, que é educadora, interceda as bênção necessárias a todos os pais para que busquem a santidade de todos os dias e sejam o exemplo vivo na educação dos seus filhos!

UM FELIZ E ABENÇOADO DIAS DOS PAIS !

 

Valdemar e Vandimar

União de Famílias de Schoenstatt

X