Schoenstatt - Santuário Tabor da Esperança

(61) 3302-2103

(61) 99828-9800

contato@schoenstattbrasilia.org.br

Notícias gerais › 22/07/2020

Oração na Aflição: Novena: 23 a 31 de julho

Mãe, acolhe-nos solícita sob o teu manto,

que nosso viver seja sempre no céu.

Protege-nos da fome, das epidemias e incêndios,

a nós que, em grande aflição, recorremos a ti.

 

Diz ao teu Filho, como outrora aqui na terra,

quando ajudou em aflições e dificuldades:

“Senhor, eles não tem vinho, nem alimento”

então, por certo, Ele nos atenderá.

 

Ele te escolheu como segunda Eva

para salvar o que a primeira pôs a perder;

se por ela fomos arrastados à ruína,

de ti brotam as águas da eterna salvação.

 

Segundo os planos de amor e sabedoria do Pai

a terra será sempre um vale de lágrimas

até despontar luminoso o sol da transfiguração

e ela refletir a feliz glória do céu.

 

Em união com o Filho, foi-te concedido

restituir-nos a vida da graça que fora perdida,

afastar de nós muitas aflições terrenas,

suavizá-las e convertê-las em meios de salvação.

 

Faze desvelar-se ricamente teu coração materno,

onde irrompem, violentas, as potência infernais

e manifesta em plenitude o teu poder e a tua bondade,

como Colaboradora de Cristo.

 

Como o teu Filho, quando ainda estava aqui na terra

saciava a fome, consolava e curava os doentes,

passa silenciosamente, com Ele, em nosso meio,

abençoando e concedendo-nos a onipotência

de teu braço maternal.

 

Manifesta-te ao mundo inteiro como o Grande Sinal,

ante o qual se afastam a astúcia do demônio

e as aflições terrenas;

em ti, os povos encontrem abrigo e redenção

e alegres te proclamem Medianeira da Salvação.

 

A nossa aflição tornou-se tão extrema,

que sem o teu auxílio pereceremos;

só Tu podes salvar-nos da ruína,

vem e vê, como a ti acorremos suplicantes.

 

Com o teu Filho, sê para nós libertação da

fúria do inferno e da tempestade dos tempos;

e com gratidão, te bendiremos eternamente

como a grande Mãe dos povos.

 

Corajosos, queremos propagar o teu nome

e conduzir todos ao teu Santuário,

para que, plenos de júbilo e amor,

aqui na terra e lá no céu,

contigo bendigam a Deus Trino.

Amém

(Padre Kentenich – Rumo ao céu, 501-511)

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

X