Schoenstatt - Santuário Tabor da Esperança

(61) 3302-2103

(61) 99828-9800

contato@schoenstattbrasilia.org.br

Notícias gerais › 15/10/2019

Educação ao ideal, sob a proteção de Maria

O Padre José Kentenich foi um sábio professor e educador na condução de seus alunos.

Longe de representarem contrastes, ideal e dever, cultivo de atitudes e prática de exercícios habituais, generosidade e fidelidade nas pequenas coisas, complementam-se mutuamente. Uma educação superficial, mecânica e sem alma, composta unicamente de exercícios, transforma-se muitas vezes em “treinamento” dos educandos através de práticas e hábitos. A pedagogia do ideal, porém, consiste numa educação a partir do ideal e ao ideal. Prioriza a vinculação interior, livre, permanente e ética ao ideal confiado por Deus a cada pessoa e comunidade. Favorece a autonomia e decisão pessoal livre, segundo o ideal.

Estimula a permanente motivação interior e animação da prática de exercícios e o cumprimento do dever. Apela à consciência de dever, mas prefere ao frio “deves” o “podes e és capaz”. Complementa o “podes porque deves” com o “podes porque amas”. Faz resplandecer as mais elevadas metas e possibilidades de crescimento apelando às potencialidades psíquicas espirituais dos jovens, que só reagem quando interpeladas em nome do ideal. Não dispensa da obediência, que exige e fundamenta como livre entrega interior à vontade de Deus e de seus legítimos representantes.

A pedagogia do ideal pretende assim vincular o educando em todos os aspectos de sua vida ao seu ideal pessoal, a partir do interior, quer dizer a partir de uma convicção, de uma decisão e de uma disposição das energias vitais, em vista de um crescimento sadio e orgânico. Busca dar-lhe capacidade e pré-disposição para realizar autonomamente e por iniciativa própria o seu ideal em todas as situações da vida.

 

Fonte: Sob a proteção de Maria (Pesquisas e documentos do início da história de Schoenstatt) de P. F. Kastner

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

X