Conceito dos 4 elementos do Ideal Tabor

Neste Triênio de 2021 a 2023 temos o lema que nos orienta: Família Tabor, transfigura hoje a realidade! O lema está no contexto dos Jubileu dos 75 anos do Ideal Tabor.

O ideal Tabor é um presente do Pe. Kentenich, doado em 1947, para a Família de Schoenstatt do Brasil. Este Ideal tem 4 elementos vitais de articulação. Estes elementos podem ser estudados num contexto maior nos livros: Tabor nossa Missão e no livro: Revelando o Tabor

Primeiro elemento do Ideal Tabor: Tabor bíblico:

  • A experiência da transfiguração de Cristo, na qual Ele manifesta a sua glória, e o Pai o revela como seu Filho muito amado.
  • Se encontra nas passagens bíblicas de: Mt 17,1-9; Mc 9,2-11; Lc 9,28-36.
  • Ápice do evangelho de Marcos, após confissão de Pedro, e antes do primeiro anúncio da paixão.
  • São as bases bíblico-teológicaspara o ideal Tabor: Cristo, Filho amado e heroico do Pai, o que corresponde à realidade histórico-salvífica do aniquilamento de Jesus que precede à sua glorificação, tal como Paulo descreve na Carta aos Filipenses: “Ele, sendo de condição divina… humilhou-se e foi obediente até a morte de cruz… por isso Deus o exaltou e lhe deu um nome, que é sobre todo o nome… (Fil 2,6-11)
  • O Filho muito amado, cuja glória divina se revela no Tabor, é o Filho heroico, obediente até à morte na cruz, que Pilatos apresenta ao povo revestido com o manto de escárnio: “Ecce homo!”.
  • Tabor é sempre referência a Cristo.

Segundo elemento do Ideal Tabor: Santuário, Tabor das glórias de Maria.

Quais são as glórias de Maria? Ser formada à imagem de Cristo e formar Cristo
em nós.

  • O Santuário, para o Pe. Kentenich, é o Tabor: lugar onde Maria manifesta suas glórias (sua luz, sua vitória). Disse ele em Londrina em 15/04/1947 “Se a Capelinha é símbolo do Tabor, precisamos vê-la como um Tabor, como o lugar onde se devem revelar as glórias da Mãe de Deus. A Capelinha como Tabor!”
  • Ela formada à imagem de Cristo, como Mãe e Educadora dedica-se a formar Cristo em nós.
  • Em outras palavras: Maria age pedagogicamente para configurar Cristo em nós, a cristiforme e cristiformante. Ela nos forma aquilo que Ela é!
  • Que Cristo Maria forma em nós, no Tabor?
  • Maria, como Educadora, forma o Cristo que se manifesta como o Filho heroico, amado e transfigurado do Pai.

Comenta o Pe. Kentenich: “A Mãe deve estabelecer seu Tabor em seu Santuário, deve manifestar suas glórias ao mundo. Suas glórias são as glórias de Jesus. Sua tarefa consiste principalmente em conduzir o mundo a Cristo. Ela nos introduz no mundo da sobrenatureza. Como filhos do Tabor esperamos que ela nos introduza na vida de Jesus, que ela apresente a nós tão grande e maravilhosa, desvendando-nos sempre mais as glórias de Cristo…”

Terceiro elemento do Ideal Tabor: O Filho Tabor

Quais são as glórias de Maria? Ser formada à imagem de Cristo e formar Cristo em nós. Que imagem de Cristo Ela forma em nós? O Filho muito amado do Pai, cuja atitude fundamental é a filialidade heroica: o filho Tabor

  • No Tabor somos transformados em filhos amados, heroicos e transfigurados do Pai.
  • A filialidade heroica é a dimensão do Cristo Tabor que o Pai mais destaca para nós, seus filhos brasileiros nos quais ele encontrou uma alma naturalmente filial. Tema que desenvolveu na carta do 31 de maio quando estava aqui em nossas terras; o que culminou com a coroação da Rainha da Filialidade Heroica em 20/08/1949.
  • “Cristo, nosso ideal de vida! Que quer dizer isto? O ideal do homem de natureza elevada, de natureza perfeita e de natureza sacrificada! Lutamos sempre pela imagem do novo homem. Vemo-la corporificada em Cristo e reproduzida, de modo feminino, na Mãe de Deus.”

Cristo, o grande ideal de vida,
Cristo o fundamento da vida e
Cristo, a forma de vida.”

 

Quarto elemento do Ideal Tabor: Tabor, Nossa Missão.

Ser filhos Tabor, e instrumentos de Maria, para que Ela possa formar Cristo nas pessoas, transformando nossa sociedade, p/ que o Brasil e mundo se tornem um Tabor

  • Nossa missão é fazer com que o mundo inteiro seja lugar da manifestação, da luz de Maria, ou seja: onde Cristo, Filho amado, heroico e transfigurado do Pai seja ideal, forma e fundamento de vida para todos os homens e todas as comunidades.
  • “Onde nós estamos, ela deve revelar suas glórias. Olhemos o ‘Hino de Minha Terra’! O que se descreve aí? Uma terra prodigiosa! Qual é a terra prodigiosa? É descrita em cada uma das estrofes.

É a terra dos mais altos ideais. Nela brilha a estrela do amor, da pureza, da liberdade. Brilha a estrela da justiça e da verdade. Mas também a estrela da prontidão para a luta. Isso se originou numa situação na qual tudo que me rodeava era justamente o contrário do que se descreve aí. Neste ambiente eu tinha ante os olhos a terra prodigiosa: os mais altos ideais!…” (09/04/1947 – Rio Negro)

  • “Precisamos cuidar de nos tornarmos um Tabor no qual a Mãe de Deus pode revelar suas glórias ao mundo.” (Londrina, 21/4/47)
  • Nossa missão é a partir da experiência do Tabor, “descer do Tabor” para de fato transformar a nossa sociedade, com iniciativas apostólicas, sociais, políticas, que levem à mudança dos corações e das estruturas, para que “Cristo nasça novamente” no meio da nossa sociedade.

O Pe. Kentenich nos ensina a estar com “uma mão no pulso do tempo e o ouvido no coração de Deus”, para compreendermos este convulsionado tempo social e eclesial. Estar com a mão no pulso no tempo é estar ciente dos acontecimentos locais, regionais, nacionais e internacionais que regem as forças locomotoras da história. Se afirmamos que é um tempo convulsionado é porque se apresenta desafios a serem entendidos e enfrentados. Na linguagem da Igreja é um tempo carente de evangelização e que necessita redescobrir os valores atuais a partir do evangelho, a partir de Cristo.

 

Parte do texto da palestra “Família Tabor, transfigura hoje a realidade!” do Pe. Vandemir J. Meister. Por ocasião do Congresso de Outubro do Regional Sudeste 2021.

By |2021-10-23T13:06:30-03:0023/10/2021|Notícias Tabor da Esperança|0 Comments
X